Bordadeiras do Seridó se capacitam para o mercado digital | ASN Rio Grande do Norte


Visando expandir o mercado e aumentar a autonomia das bordadeiras da região do Seridó, o Sebrae no Rio Grande do Norte (Sebrae-RN), em parceria com o Instituto Riachuelo, promoveu na quarta-feira (22) a segunda oficina de empoderamento digital. A capacitação ocorreu na Casa das Bordadeiras, localizada na cidade de Timbaúba dos Batistas, conhecida como um dos berços do bordado no estado.

O evento, que é parte de uma iniciativa mais ampla, tem como objetivo principal proporcionar às artesãs habilidades para utilizar de forma eficaz as ferramentas digitais. Assim, elas podem ampliar suas encomendas e vendas através de plataformas online, alcançando um público mais amplo e diversificado.

“O foco das oficinas é oferecer às bordadeiras conhecimentos e ferramentas que transformem o modo como acessam o mercado, permitindo que elas não só continuem a preservar este rico artesanato, mas também prosperem cada vez mais aproveitando as potencialidades dos canais digitais”, enfatizou o analista técnico do Sebrae-RN, em Caicó, José Rangel de Araújo.

As capacitações realizadas pelo Sebrae-RN e Instituto Riachuelo ganham ainda mais relevância diante do recente destaque que Timbaúba dos Batistas recebeu após os bordados produzidos na região serem utilizados nas jaquetas da delegação brasileira para os Jogos de Paris 2024. O evento internacional serve como uma importante vitrine, colocando os trabalhos das artesãs locais em um papel de protagonismo em cenário nacional e internacional.

“Os temas abordados nas oficinas são fundamentais, visto que muitas dessas artesãs não estavam familiarizadas com as plataformas digitais, que são essenciais para o marketing e a venda de seus produtos num mercado cada vez mais conectado. Durante a oficina, as bordadeiras aprenderam a criar e gerenciar perfis nas redes sociais, publicar fotos de seus trabalhos e interagir com clientes potenciais”, ressalta a presidente da Associação das Bordadeira de Timbaúba dos Batistas e secretaria de Cultura do Município, Salmira Torres.

A bordadeira Jarciglenia dos Santos já está aproveitando as potencialidades do marketing digital para ampliar a visibilidade dos seus bordados.

“Percebi que, embora o bordado seja comum aqui e o mercado concorrido, há uma grande demanda fora que valoriza nosso trabalho. Através das capacitações, comecei a usar o Instagram para alcançar esses novos clientes. Ainda estou aprendendo, mas as oficinas foram fundamentais para entender como usar as redes sociais, como postar e editar fotos, o que tem sido um caminho para expandir meu alcance e mostrar o valor do nosso bordado”.

Fortalecendo o artesanato potiguar

Além das oficinas de empoderamento digital, o Sebrae-RN e o Instituto Riachuelo estão expandindo suas ações para abordar outras necessidades cruciais das bordadeiras da região do Seridó. Uma das principais preocupações é a precificação adequada dos produtos, uma dificuldade que impacta diretamente a margem de lucro das artesãs. Para isso, estão sendo oferecidas consultorias e oficinas focadas na precificação correta, visando garantir que as bordadeiras compreendam o valor real de seu trabalho e otimizem seus ganhos.

Outro aspecto importante do projeto é a capacitação em alta costura, especialmente dirigida às costureiras vinculadas a cooperativas e associações de bordadeiras.

“É fundamental que as bordadeiras aprimorem seus conhecimentos em alta costura, uma vez que produzimos peças de alto valor no mercado. Sem o devido conhecimento, muitas vezes desvalorizamos ou até perdemos peças importantes”, explicou o analista técnico do Sebrae-RN, José Rangel. Essa formação visa não apenas subir ainda mais a qualidade das peças, mas também adequá-las aos perfis diferenciados do público feminino, agregando valor ao trabalho artesanal.

Além disso, o Sebrae-RN e o Instituto Riachuelo vem fomentando o acesso das bordadeiras a novos mercados e empresas, e incentivando a participação em feiras e exposições tanto nacionais quanto, potencialmente, internacionais no próximo ano. Essas iniciativas são essenciais para expandir o alcance das bordadeiras, permitindo-lhes alcançar novos clientes e mercados, aumentando a visibilidade e as oportunidades de venda dos bordados produzidos no Rio Grande do Norte.



Fonte: Sebrae

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *